Justiça condena Estado do RS a indenizar brigadiano por parcelamento de salário

O brigadiano Cristian Nunes Fernandes obteve na Justiça uma indenização por danos morais devido ao recorrente parcelamento de seu salário. A sentença determina que o Estado do Rio Grande do Sul pague R$ 3 mil ao soldado da Brigada Militar.

Na decisão, proferida no início deste mês, o Juiz Mauro Caum Gonçalves afirma que o parcelamento de salários promovido pelo Estado é ilícito, uma vez que a prática se tornou regra, quando poderia somente ser medida excepcional. O juiz diz ainda que o parcelamento vem causando humilhação e frustração na vida dos servidores públicos.

A decisão foi tomada pela Segunda Turma Recursal da Fazenda Pública de Porto Alegre. O Estado já busca reverter essa condenação através de embargos de declaração. Somente após o fim dos recursos é que o Estado pode ser obrigado a depositar o valor da indenização para o brigadiano.

Segundo o advogado do servidor público, há outros 100 pedidos de indenização semelhante movidos pelo escritório dele. (Rádio Guaíba)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.