Justiça determina prisão de ex-companheiro de mulher morta a machadadas no Oeste

Chapecó – Na quarta-feira (26), a Justiça expediu um mandado de prisão contra o ex-companheiro de Lindamira Teixeira Bandeira, assassinada a golpes de machado na segunda-feira (24) no Distrito de Marechal Bormann, em Chapecó (SC). De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é que ele tenha cometido o crime por ciúmes. Até a tarde desta quinta-feira (27), ele estava foragido.

O corpo da vítima de 21 anos foi encontrado na casa dela. A suspeita é que ela tenha sido atingida na cabeça enquanto dormia. O ex-companheiro tem 35 anos.

De acordo com o delegado Luiz Schaffer, o casal estava há uma semana separado. “Eles tinham um relacionamento de cinco anos e uma filha de quatro. Há uma semana ele saiu de casa, a pedido dela, e foi morar na casa de uma irmã”.

Ainda segundo o delegado, testemunhas afirmaram que o homem tem problemas com alcoolismo e é violento. Há um registro de um boletim de ocorrência por estupro contra ele.

A Polícia Civil ainda ouve testemunhas, da família dele e dela, e diz que a motivação será detalhada com a oitiva do suspeito, assim que encontrado. “Tudo indica uma desconfiança de traição”, completou o delegado. (Informações ClicRDC)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.