Justiça mantém data para julgamento de acusado de matar pintor no Clube 100

Foto: Rádio Capinzal/Arquivo

Capinzal – A Justiça de Capinzal manteve para o dia 11 de novembro, às 9 horas no plenário da Câmara de Vereadores de Capinzal o julgamento de Diego de Amaral Almeida, 26 anos, acusado de homicídio.

A defesa do réu ingressou, logo após a designação da data pelo Poder Judiciário, com pedido para realização em outra data, devido a outro compromisso profissional.

Em despacho, o magistrado negou o pedido haja vista que o julgamento foi agendado no dia 18 de outubro, anteriormente à data designada em outro processo, e que caberia ao defensor pleitear na outra comarca o adiamento do júri, agendado posteriormente para o dia seguinte.

Outro fator que fundamentou a decisão do juiz foi o fato de que o réu está preso, exigindo maior brevidade a fim de se evitar o excesso de prazo da prisão cautelar. Logo, há necessidade de manter o julgamento, uma vez que o advogado, aparentemente, não se opôs a realizar duas sessões em dias seguidos, alegando apenas o conflito de data com o julgamento marcado para a Comarca de Chapecó”, afirmou o magistrado.

Diego de Amaral Almeida é acusado de matar o pintor Elton Jhon Lopes dos Santos, 22 anos. O réu responde por homicídio duplamente qualificado por emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, bem como por motivo fútil. O crime aconteceu no dia 7 de junho do ano passado no antigo Clube 100, acesso Cidade Alta.

O crime teria sido motivado, segundo as informações, por um desentendimento entre autor e vítima momentos antes do homicídio. Enquanto a vítima adquiria ingressos para um baile, Diego chegou armado com revólver e efetuou disparos que mataram Elton Jhon no local. O réu segue preso aguardando o julgamento.

A prisão

Após o crime Diego de Amaral Almeida fugiu do local. O suspeito foi preso dez dias depois por policiais civis e militares em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Capinzal. A prisão ocorreu na avenida José Leonardo Santos (Estrada Velha). O mandado foi expedido um dia antes já que havia a informação de que o suspeito pretendia se ausentar da cidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.