Marido acusado de matar mulher em Chapecó e esconder corpo no armário é preso; ele estava no Paraguai

O marido da mulher de 37 anos morta a facadas em Chapecó, no Oeste catarinense, foi preso preventivamente na manhã desta sexta-feira (7). Ele é o principal suspeito do crime, segundo a Polícia Civil, que acredita em feminicídio.
O corpo da vítima foi encontrado dentro de um armário por familiares.

Ela foi assassinada dentro do apartamento onde morava, no Centro de Chapecó.

O suspeito se apresentou na delegacia na manhã desta sexta (7) após dois dias de “tratativas”, segundo a polícia, para que ele retornasse ao Brasil.

Ele estava no Paraguai. A polícia conseguiu o contato dele e o convenceu a se apresentar. Segundo a Polícia Civil, duas equipes se envolveram na investigação e prisão do suspeito.

“A expectativa é de que a investigação seja concluída no mais tardar no início da próxima semana e que haja indiciamento por homicídio triplamente qualificado, inclusive pela qualificadora do feminicídio em virtude da violência doméstica”, informou o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Moura.

Golpe no tórax causou a morte

Fabiana Diavan Favero foi morta na terça (4) e o corpo foi encontrado no armário por volta das 12h de quarta (5). O golpe que causou a morte da vítima foi uma facada no tórax na região do coração.

Ainda conforme o delegado, a faca foi apreendida e será encaminhada para perícia. Nenhum familiar presenciou o crime e não havia boletins de ocorrência de violência doméstica contra o marido. Ela tinha um filho adolescente. O corpo dela foi sepultado nesta quinta (7).

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.