Ministério Público recorre da decisão que autorizou candidatura em Capinzal

Capinzal – O Ministério Público Eleitoral ingressou com recurso especial nesta quarta-feira (21) contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) que julgou favorável à candidatura a vereadora de Karina Marina Marinoski, do Democratas de Capinzal.

A coligação “A Força das Novas Ideias” – DEM-PP-PPS-PSDB-PV-PSD-PCdoB-PSB e PT havia entrado com recurso em favor da candidata depois que o juiz da 37ª Zona Eleitoral de Capinzal, Fernando Rodrigo Busarello, indeferiu a candidatura no último dia 06.

O julgamento ocorreu na tarde desta segunda-feira (19). “ACORDAM os Juízes do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, à unanimidade, conhecer do recurso e a ele dar provimento, nos termos do voto do Relator, que fica fazendo parte integrante da decisão”, diz a decisão.

Conforme o magistrado, na documentação apresentada para o registro de candidatura, havia informação de que a postulante não aparece na lista de filiados ao partido pelo qual pretendia disputar cadeira ao Legislativo.

Para provar a filiação, a coligação “A Força das Novas Ideias” apresentou cópias de fichas de filiação datadas de 30 de setembro de 2015, além de declarações de outros filiados e cópia de uma ata da reunião na qual foi admitida a filiação da postulante.

A argumentação foi aceita pelo TRE que entendeu estarem presentes as condições de elegibilidade de Karina e a regular filiação partidária dela, considerando, portanto, a candidata do DEM apta a disputar uma vaga ao Legislativo capinzalense.

Diante da decisão o MPE decidiu por recorrer da decisão a fim de indeferir o registro da candidata do DEM.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.