Moradores elogiam “novo” atendimento no Hospital Nossa Senhora das Dores

Capinzal – As mudanças relacionadas ao atendimento propostas pelo diretor do Hospital Nossa Senhora das Dores de Capinzal, aparentemente, começaram a surtir efeito. As reclamações de moradores de Capinzal, Ouro e Zortéa, municípios que são atendidos pela instituição, eram uníssonas.

Diante disso o assunto foi levantado na Câmara de Vereadores de Capinzal pelo vereador Bruno Michel Favero (SD) no dia 12 de setembro e teve ampla repercussão. Tanto que o novo diretor do HNSD, Antônio Pio, procurou o Legislativo no dia 25 do mesmo mês para se colocar à disposição dos vereadores e da comunidade na solução dos problemas, principalmente, sobre a necessidade de se “humanizar” mais o atendimento.

Na manhã desta quinta-feira (05), a moradora Elisete Prestes, que reside na comunidade de Linha Pelizzaro, interior de Capinzal, entrou em contato com a reportagem para expor “a nova forma” em que estaria ocorrendo o atendimento.

“Michel, acho que a gente sempre fala quando é mal atendido no posto de saúde ou no plantão médico. Só que hoje vamos falar bem”, destacou. Elisete conta que possui um sério problema de coluna com desgaste em três vértebras, hérnia de disco e uma delas está próximo à medula.

“Ontem me atacou de um jeito que eu não aguentava mais e nem conseguia mais caminhar de tanta dor, não podia pôr o pé no chão”, detalha.

A moradora explica que ligou para o Corpo de Bombeiros, mas foi informada que não havia viatura disponível naquele momento e pediram para que ela tentasse conseguir um transporte, contudo, de carro ela não conseguiria ir.

“Aí falei para que a hora que chegasse a ambulância viesse me buscar que eu esperava. Aí liguei na secretaria de Saúde e 20 minutos depois estava a ambulância na frente de casa, me levaram até o hospital e disseram para que a hora que eu fosse liberada era só ligar”.

Elisete revela que, no plantão do HNSD estava o médico Paulo Albuquerque atendendo. “Ele me atendeu super bem, com toda atenção que o profissional deve ter. Não só eu, mas todos que estavam e chegaram pra ser atendidos no plantão”, completa.

Elisete diz que ficou pouco mais de duas horas internada, tomando soro e medicamentos até ser liberada. “Aí foi ligado de volta para a secretaria de Saúde e em cinco minutos a ambulância estava na porta do hospital para me trazer para casa”.

A moradora da Linha Pelizzaro destaca que, quando as coisas funcionam bem é necessário que também mereça o mesmo destaque de quando há crítica. “Então devemos agradecer quando somos bem atendidos e não só criticar a secretaria de Saúde, o posto e o plantão médico, ontem fui muito bem atendida com rapidez e profissionalismo”, conclui.

Mesma opinião tem o morador Éder Motta, também de Capinzal. “Eu mesmo fui atendido semana passada e fui bem atendido no plantão. Devemos reconhecer os acertos também é não só enaltecer os defeitos”, reitera.

O vereador Bruno Michel Favero foi informado das manifestações favoráveis à forma de atendimento aplicada no hospital e reconheceu a iniciativa. “Que notícia boa. Fico muito feliz”, resumiu.

Em contato com a reportagem no final da manhã de hoje, o diretor do Hospital Nossa Senhora das Dores, Antônio Pio, frisou como foram as tratativas com a equipe de funcionários do hospital. “Estou chegando agora, correndo atrás, até já tive contato com os vereadores buscando algumas parcerias para a melhoria da população. Eu já fui atrás do vereador Bruno que se mostrou interessado em ajudar e a gente precisa de parceiros. Foi conversado com a equipe, foi uma conversa bem sadia porque o que estressa a equipe, médicos também, a gente acompanha, devido a algumas limitações, principalmente financeira, no caso a impossibilidade, momentânea, de ser reajustar salários, também a necessidade de atualização da tabela SUS, casos que chegam ao hospital que nãos são de urgência ou emergência”. Pio afirma que, situações como as mencionadas, acabam provocando certo mau humor nos funcionários. “Eles também expuseram isso, mas entenderam o momento e se mostraram solidários em melhorar e colaborar para um atendimento mais eficiente e humanizado”, finaliza.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.