Moro quebra sigilo de parte da delação de Palocci, diz Folha

São Paulo – A seis dias das eleições, o juiz Sergio Moro quebrou o sigilo de parte do acordo de colaboração premiada firmado entre Antonio Palocci e a Polícia Federal, de acordo com a coluna Mônica Bérgamo, da Folha de S. Paulo.

Segundo a publicação, em um dos anexos, o ex-ministro de governos petistas detalha um suposto esquema de indicações para cargos na Petrobras durante o governo Lula. No documento, Palocci conta que, em reunião no Palácio do Planalto, o então presidente Lula teria negociado R$ 40 milhões em propina para a campanha de Dilma Rousseff em 2010.

Pelo acordo, o ex-ministro teve redução de 2/3 da pena e terá que pagar multa de R$ 35 milhões.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.