MP opina pela rejeição de recurso de condenado em Capinzal

Capinzal – A 9ª Procuradoria de Justiça Criminal opinou pela rejeição do recurso de apelação em favor de Ademar Garcia dos Santos Escopel, condenado em júri popular à pena de 10 anos e 8 meses de reclusão por tentativa de homicídio. A manifestação foi do procurador Humberto Francisco Scharf Vieira

O recurso foi ingressado através do advogado José Juracy dos Santos junto ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Escopel, 27 anos, teve o regime fechado para início do cumprimento da pena. O júri popular foi realizado no dia 02 de setembro na Câmara de Vereadores de Capinzal.

A vítima, Tiago da Costa da Cruz, 27 anos, foi ferida com três tiros. O crime ocorreu na manhã do dia 12 de julho do ano passado na Rua Antonio Rafael Surdi, Loteamento Mayara em Capinzal.

Segundo a denúncia, Cruz dormia com a companheira quando um homem bateu à porta de sua casa. Ao abri-la a vítima foi baleada. O suspeito fugiu. Tiago foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Nossa Senhora das Dores, posteriormente transferido ao Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba e acabou se recuperando.

O crime teria sido motivado por drogas. O réu já possuía passagens por tráfico e falsificação de dinheiro.

A sentença foi proferida no final da tarde pelo juiz Douglas Cristian Fontana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.