Mulher é presa após denunciar o marido por ameaça em Catanduvas

Catanduvas – Um caso com uma reviravolta inesperada e surpreendente foi registrado na justiça da Comarca de Catanduvas nesta semana. Uma mulher, que alegava estar sendo ameaçada de morte pelo companheiro, e que conseguiu uma medida protetiva que o afastou de casa e dos seus três filhos pequenos, acabou sendo presa por apresentar falsa comunicação de crime.

A queixa contra o companheiro foi feita pela mulher na última sexta-feira, dia 11. Segundo ela, o marido sofre de esquizofrenia e quando estava em crise ameaçava a mulher de morte e os três filhos pequenos. Devido as supostas ameaças, a mulher conseguiu na Justiça uma medida protetiva que afastasse o marido da casa e da família. As denúncias sempre foram negadas por ele.

A juíza que analisou o caso concedeu a medida protetiva, definindo que o companheiro deveria se manter a uma distância de 100 metros de sua casa e de qualquer membro da família. Como esquizofrênico, ele precisa de cuidados constantes e quem oferecia esse suporte eram seus pais. Ocorre que a casa dos pais e a casa onde o casal morava ficava no mesmo terreno, impedindo que ele pudesse buscar ajuda com os familiares.

A situação se agravou por que ele teve crises nos dias de afastamento, ficando desassistido do apoio. Numa das situações, chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao hospital. O advogado Marco Antônio Vasconcelos Alencar Junior, que na ocasião representava o companheiro da suposta vítima, entrou com um pedido de revogação da medida protetiva.

Em seu pedido, anexou conversas por SMS que mostram a mulher alegando que apenas quis das “um susto” no companheiro, mas que estava arrependida e que queria a revogação. Diante de todos os fatos, a juíza responsável pelo caso analisou a documentação na última segunda-feira. Em seu despacho, destacou a irresponsabilidade da suposta vítima em fazer uma denúncia falsa e retirar um inocente de sua casa. Diante da gravidade do fato, a juíza decretou a prisão da autora da denúncia, sendo que ela foi encaminhada ao Presídio Regional de Joaçaba. (Eder Luiz)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.