Neymar defende privilégio: ‘Já carreguei a Seleção nas costas’

Às vésperas de fazer sua centésima partida com a seleção brasileira, Neymar, 27, afirmou ter privilégios na equipe e defendeu isso. O atacante disse merecer um tratamento diferente por “ser um dos principais nomes” da equipe do técnico Tite.

– [Sempre fui] um dos que carregava tudo nas costas – completou.

O atacante afirmou que não vê problemas em ter um tratamento diferenciado.

– Quando um atleta de alto nível atinge um nível alto, considerado um dos melhores do mundo, por que não tratá-lo de forma diferente? Não pode existir inveja do resto do time – declarou antes da partida entre Brasil e Senegal, marcada para as 9h (de Brasília) desta quinta-feira (10). O jogo acontecerá em Singapura.

Neymar respondeu, mais de uma vez, durante uma entrevista coletiva por que acha justo ele ter tratamento diferenciado. Segundo o atacante, ter privilégios foi um “espelho” que o incentivou a treinar mais e melhorar durante sua carreira.

– Trabalhei com o Messi, e ele tem o tratamento diferente. Por que ele é bonito? Não. Porque ele decide. Ele conquistou aquilo. Ele está assim depois do que alcançou. Não estou falando só de mim, estou falando de todos os atletas que têm tratamento diferente. Não estou deixando a humildade de lado – afirmou.

Com duas lesões graves nos últimos dois anos, Neymar perdeu as partidas decisivas do Paris Saint-Germain na Champions League em 2019 e em 2018. O clube acabou eliminado nos dois anos. Na seleção, os problemas afetaram seu desempenho na Copa do Mundo da Rússia do ano passado. Ele também acabou cortado da última Copa América.

O brasileiro já figurou entre os três melhores do mundo da Fifa ao lado de Cristiano Ronaldo e Messi, mas na última temporada nem sequer ficou entre os onze melhores da premiação.

– Eu só não estive lá [entre os melhores do mundo] porque me machuquei, fiquei muito tempo fora e isso atrapalha. Mas se você analisar e pegar jogos, números, você vai ver que eu nunca deixei de jogar futebol. Infelizmente, isso na vida de um atleta pode ocorrer, as lesões – afirmou. (Informações FolhaPress)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.