Nova operação cumpre 72 mandados de prisão contra suspeitos de ataques em SC

A Polícia Civil deflagrou nesta sexta-feira (8) uma nova operação, nomeada Hidra de Lerna, contra suspeitos de ataques em Santa Catarina. Mais de 200 policiais cumprem 72 mandados de prisão e 57 mandados de busca e apreensão em Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras e Joinville.
 
Na quinta (7), a Operação Independência, prendeu 18 pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques cometidos em Santa Catarina desde 31 de agosto. Ao menos seis entre os 18 são mulheres de detentos, conforme a polícia. Ao total foram cumpridos 42 mandados de prisão, desses, 29 suspeitos já estavam detidos no sistema prisional.
 
Entre 31 de agosto até quarta (6), ao menos 23 cidades foram alvo de ataques criminosos. Bases da PM, delegacias, órgãos estaduais e municipais e casas de policiais foram atingidos, em mais de 50 ocorrências. Veículos também foram incendiados.
 
Operação Hidra de Lerna
 
A ação desta sexta-feira é coordenada pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú.
“A Operação Hidra de Lerna remete a mitologia grega, em que Hidra de Lerna era um monstro, filho de Tifão e Equidna que possuía várias cabeças, e ao cortar uma delas, outras duas nasciam em seu lugar. A atuação desta facção também se dá com o surgimento de novas cabeças quando se ataca apenas os executores que são facilmente substituídos”, informou a Polícia Civil, em nota. (G1)
Mais de 200 policiais cumprem 72 mandados de prisão e 57 mandados de busca e apreensão (Foto: Luiz Souza/RBS TV)
Polícia cumpre mandados em Balneário Camboriú na Operação Hidra de Lerna (Foto: Luiz Souza/RBS TV)
Mais de 200 policiais cumprem mandados em 7 cidades (Foto: Luiz Souza/RBS TV)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.