Novo pedido de liberdade é negado a suspeito de explosões em Irani

Irani – A Justiça da Comarca de Concórdia, por meio do juiz substituto Pedro Rios Carneiro, negou mais um pedido de revogação da Prisão Preventiva para Rodrigo Antônio Sieg. Ele está preso por supostamente fazer parte de uma quadrilha que agiu em explosões aos caixas eletrônicos do Santander e Banco do Brasil em Irani. Na argumentação, a defesa sustentou que Rodrigo está preso há mais de um ano e isso caracterizaria o excesso de prazo.

O Ministério Público se manifestou contrário ao pedido e a mesma linha de entendimento foi seguida pela Justiça Criminal. Como forma de garantir a ordem pública, o magistrado entende que a manutenção da prisão do réu se faz necessária, em função da gravidade dos fatos.

Além disso, a Justiça entende que é um processo complexo, onde quatro pessoas foram denunciadas por, pelo menos, nove crimes praticados. Além disso, na visão do juiz, considerando as particularidades do caso, a pluralidade de réus e a multiplicidade dos fatos e delitos apurados, a tramitação do processo se mostra razoável. Na ação, os criminosos conseguiram um montante de quase R$ 350 mil.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.