Obra do contorno viário de Capinzal/Ouro segue ritmo normal de execução

Capinzal – Uma das mais importantes obras rodoviárias de Capinzal e do Meio-Oeste catarinense segue com o ritmo normal. O contorno viário de Capinzal e Ouro, viabilizado pelo governo do estado, está com 5,13% de execução.

A ordem de serviço foi entregue pelo governador Raimundo Colombo no dia 18 de fevereiro. O Consórcio Vias do Vale venceu o processo licitatório e tem prazo de 720 dias para a execução dos trabalhos. O investimento é de R$ 33,6 milhões, viabilizado por meio de financiamento com o Banco do Brasil.

O cronograma está mantido, mesmo com a chuva intensa da semana passada. O trabalho de base e abertura do percurso é uma etapa que leva bastante em consideração as condições climáticas, mesmo assim o ritmo é normal.

Em 11 quilômetros de extensão, a obra prevê terraplenagem, drenagem, pavimentação asfáltica, obras complementares e sinalização da rodovia. Também será construída mais uma ponte sobre o Rio do Peixe. O trecho ligará a SC-150, próximo ao Santuário do Caravágio, em Ouro, até o entroncamento com a rótula do bairro São Cristóvão, em Capinzal, passando pela Linha Galdina (divisa Campos Novos) e pelas Linhas Residência e São Roque (Capinzal).

Conforme a secretaria de estado da Infraestrutura, a principal importância da obra é o desvio do fluxo pesado entre as duas cidades e melhorar a mobilidade na região. Hoje há somente uma ponte que liga os dois municípios, o que dificulta o escoamento da produção das empresas instaladas na região.

Outro fator é que em Capinzal está instalada a BRF, com cinco mil funcionários e produção de 400 mil aves por dia, e a Associação dos Municípios do Meio-Oeste Catarinense (Ammoc) elencou o contorno viário de Capinzal-Ouro como prioridade para a região.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.