Operações da PM terminam em prisões e apreensões de drogas em Campos Novos

Campos Novos – A Polícia Militar intensificou as operações de combate ao tráfico de drogas no município. Na noite desta sexta-feira (19), por volta das 21h, foi realizada Operação Lei Seca e Varredura. A ação contou com apoio do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) e Canil do 26º Batalhão de Polícia Militar de Herval d’ Oeste. Também foram utilizadas outras cinco viaturas da 3ª Companhia da PM de Campos Novos. O resultado da operação:

– uma prisão por tráfico de drogas no Bairro Aparecida;

-um Termo Circunstanciado por posse de droga na rodovia SC próximo da Unoesc;

– um Termo Circunstanciado por entregar direção de veículo a pessoa não habilitada e dirigir sem habilitação, bairro Aparecida;

– uma prisão por fornecer bebida alcoólica a menor de idade, rodovia SC próximo da Unoesc;

– uma prisão por embriaguez ao volante, bairro São Sebastião;

– Mais de 200 veículos vistoriados;

– mais de 100 pessoas abordadas;

– 15 autuações de trânsito;

De acordo com o comandante da Polícia Militar de Campos Novos, capitão Rodrigo Pedroso, operações desse gênero continuarão em Campos Novos ao longo de todo o ano, de forma ininterrupta e em todos os bairros.

Neste sábado (21), por volta das 22h15min na Praça Lauro Müller a PM, ao realizar rondas, se deparou com um homem em atitude suspeita. Após abordagem, foi realizada busca pessoal, sendo localizados 23,7 gramas de maconha e R$ 100. Diante dos fatos ele foi conduzido à delegacia para as providências cabíveis.

1 Comentário

  1. Pessoal, há uma consulta no portal e-Cidadania visando o aperfeiçoamento da Lei Seca, tornando-a mais justa. Apesar da sua aparente boa intenção, a Lei Seca é intrinsecamente imoral. Cabe esclarecer que dirigir sem condições físicas ou psicológicas é uma atitude absolutamente lamentável, mas não há crime sem dano. E toda lei que impõe uma sanção para uma conduta que não causa vítimas é moralmente injustificável. Existe uma diferença enorme entre beber e dirigir, e dirigir bêbado. A iniciativa da Lei Seca é louvável, mas sua aplicação, com tolerância zero, tem viés arrecadador. O correto seria instituir uma margem de tolerância, como acontece em muitos países desenvolvidos que sabem fazer a distinção entre causa e efeito. Assim, tiramos das ruas os irresponsáveis que colocam a vida dos outros em risco, frente a multar e incriminar quem consome quantidades ínfimas e/ou toleráveis de bebida. Se você apoia essa ideia, acesse o link abaixo, dê o seu voto favorável e compartilhe a informação.

    https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=91653

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.