Ouro ultrapassa a meta do Ideb nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Aulas de artes, educação física, filosofia e sociologia, pelo que constava no texto da medida provisória (MP) divulgado durante a tarde, não seriam mais parte compulsória do currículo do Ensino Médio

No último dia 03 de setembro, segunda feira, foram apresentados pelo Ministério da Educação (MEC) os números referentes ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB. Esse índice é calculado a partir de dois dados importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar (taxa de aprovação, reprovação e evasão) e médias do desempenho da Prova Brasil, no caso da rede municipal de ensino. O IDEB é um importante condutor da política pública de melhoria da qualidade da educação.

Em Ouro, a média do IDEB dos anos iniciais (4º/5º) vem se tornando muito significativa ao longo dos anos. A média de 2015 que era de 6,6 passou em 2017 para 7,1 , um acréscimo relevante de 0,5. Cabe destacar que a Meta Projetada para 2017 era de 6,2 A avaliação foi realizada nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, com alunos do 4º/5º ano da rede municipal de ensino. Enquanto que em alguns municípios o IDEB dos Anos Inicias decresceu, em Ouro a ação pedagógica tem surtido efeitos positivos na melhoria significativa desse índice.

Cabe destacar que esse crescimento deve-se principalmente ao trabalho pedagógico sério e comprometido de toda equipe e dos docentes, que de maneira responsável atentam para o processo de alfabetização e de aprendizagem dos alunos até o 5º ano do ensino fundamental, nível atendido pelo Sistema Municipal de Ensino de Ouro. A educação municipal de Ouro vem se destacando ao longo dos anos, embasado em parcerias com famílias e entidades, bem como a execução de programas e projetos relevantes, com destaque para o Programa União Faz a Vida em parceria com Sicredi.

“ Essa média de 7,1 no IDEB nos encheu de orgulho, uma vez que é fruto de um processo responsável que se inicia no atendimento dos nossos alunos em idade de creche e que se reflete positivamente no 5° ano, quando a avaliação da Prova Brasil é realizada. Esse aumento expressivo é reflexo do comprometimento da Administração Municipal para com a educação e da seriedade com que nossos professores exercem sua função. E isso nos traz um compromisso ainda maior, que é manter e continuar melhorando a média do IDEB nos próximos anos” destaca a Secretária de Educação Sirlei Almeida.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.