Ovo do mosquito Aedes Aegypti pode resistir até 12 meses aguardando as condições climáticas ideais

Concórdia – O biólogo responsável pelo laboratório de Entomologia da Regional de Saúde em Concórdia, Neri Zanferrari, garante que a região apresenta as condições favoráveis para a proliferação do mosquito transmissor da dengue. Em poucos dias, Concórdia registrou quase 120 focos do mosquito tornando vários bairros e o centro da cidade com área infestada.

De acordo com Zanferrari, o mosquito da dengue é originário da África. Ele afirma que desde o aparecimento do mosquito no Brasil os estudiosos estão analisando o seu desenvolvimento. Antes, os focos eram localizados somente em espaços com água limpa. Atualmente, a situação já é diferente e em qualquer reservatório de água é possível a proliferação.

Zanferrari acompanha diariamente as análises das larvas capturadas pelas equipes da Prefeitura de Concórdia

O biólogo reitera que a situação de Concórdia é preocupante diante do cenário que se apresenta com focos aparecendo com mais intensidade. Zanferrari explica que o controle é muito difícil e precisa do envolvimento da sociedade. Para se ter uma ideia, o mosquito da dengue em todo seu ciclo de vida pode eclodir pelo menos 400 ovos.

Os ovos podem ficar em torno de 12 meses aguardando as condições necessárias para garantir a reprodução dos mosquitos. Zanferrari afirma que os ovos são resistentes e sobrevivem até a “próxima chuva” ou enchimento do local onde a fêmea fez o depósito. Para ver os ovos é necessários equipamento especial, nas mesma condição para visualizar o mosquito da dengue.

No meio é possível ver várias espécies do mosquito, porém somente com aparelho é possível identificar o verdadeiro transmissor da dengue. A região por ter um relevo bastante acidentado com condições adequadas a proliferação do Aedes Aegypti é grande, sobretudo com o calor no Estado. Portanto, a população precisa continuar atenta.

“Combater a dengue é um grande desafio”, reitera. (Informações Atual FM)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.