Pais de estudantes arrecadam R$ 20 mil para ambulantes

Wellington Maceo é um dos ambulantes ajudados pela vaquinha online Foto: Reprodução

Os pais dos alunos do Colégio Gay-Lussac, em Niterói, no Rio de Janeiro conseguiram arrecadar R$ 20 mil através de uma vaquinha online. A quantia será revertida para quatro famílias de vendedores que trabalham na porta do colégio e que foram prejudicadas pela paralisação causada pelo coronavírus.

Um deles é Wellington Lemos Maceo, de 40 anos e que trabalha há 26 na porta do Gay-Lussac. Pai de três filhos, ele ficou sem saber de onde tiraria seu sustento diante da quarentena.

– Eu não sabia como faria para pagar aluguel, luz e água no mês que vem. Essa ajuda será maravilhosa, só posso chamar de milagre de Deus na minha vida e na vida da minha família. EU sempre dependi do trabalho nessa escola – comentou o ambulante, que receberá R$ 5 mil para se manter.

Responsável pela iniciativa, a economista Fernanda Cox, mãe de estudantes de 5 e 11 anos, se surpreendeu com a solidariedade das pessoas que apoiaram a vaquinha. Ela disse que 180 famílias participaram e todas as turmas da escola abraçaram a causa.

– Nossa meta inicial era de arrecadar R$ 2 mil para cada vendedor, mas fomos além. As pessoas forma solidárias, cerca de 180 famílias participaram doando acima de R$ 100. Foi incrível – comemorou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.