SC: Piratuba apresentou o terceiro maior crescimento no PIB em 2015, aponta IBGE

Piratuba- O município de Piratuba, no Meio-Oeste, apresentou o terceiro maior crescimento no Produto Interno Bruto (PIB) no ano de 2015. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE nesta quinta-feira (14).

A publicação do IBGE traz o resultado do ano de 2015 e mostra que os municípios de Santa Catarina tiveram queda real, ou seja, considerados os efeitos da inflação, de 7,22% no PIB, em relação a 2014.

Os maiores crescimentos ficaram com Araquari (52,90%), seguido por Arvoredo (38,82%) e Piratuba (26,51%).

Com relação à participação dos setores no PIB, o Setor de Serviços é o mais representativo com 54,97% do total, seguido pela Indústria (24,20%), Tributos (15,82%) e Agropecuária (5,01%). Se comparados ao ano de 2014, houve queda na participação da agropecuária, que representava 5,23%, e da Indústria, 25,61%.

O Produto Interno Bruto (PIB), definido como a soma de todos os bens e serviços finais produzidos na economia em um período, é calculado, em nível municipal, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que divulgou no dia 14 de dezembro, os resultados do ano de 2015.

Pela metodologia adotada pelo IBGE, o PIB municipal resulta da consolidação, para os respectivos municípios, do valor adicionado em cada setor da economia, informações estas advindas das Contas Regionais.

Segundo os dados divulgados para o ano de 2015, o PIB dos municípios brasileiros foi estimado em R$ 5.995,78 bilhões, que sugere um crescimento real negativo de 6,25% no período em comparação a 2014. O crescimento negativo do PIB é fruto da alta inflação (IPCA de 10,67%) e forte retração econômica ocorrida naquele ano.

Deste total, a participação relativa dos municípios catarinenses foi de 4,15%, totalizando R$ 249,07 bilhões, em comparação a 2014 o estado apresentou queda. O Estado ocupa a sexta colocação, atrás de São Paulo (32,35%), Rio de Janeiro (10,99%), Minas Gerais (8,66%), Rio Grande do Sul (6,37%) e Paraná (6,29%).

Confira aqui a análise completa da FECAM.

Confira aqui a tabela do PIB por município.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.