Plano de Atenção à Tuberculose em Ouro: mais de 360 exames já foram realizados

Ouro – O município de Ouro está encerrando o “Plano Municipal de Atenção a Tuberculose”, onde as comunidades do interior recebem palestras informativas e todo o amparo necessário para prevenir e tratar à doença. As comunidades foram divididas em sete setores onde foram realizados os encontros onde foram repassadas informações sobre está doença bovina que pode ser transmitida aos humanos. Um caso de contaminação humana foi registrado este ano no município, o que levou a administração municipal elaborar o Plano de Ação.

A tuberculose bovina é uma doença que afeta principalmente bovinos de corte e leite. Ela se torna crônica nos animais e é transmissível para o homem. A doença que afeta principalmente bovinos de corte e leite. Ela se torna crônica nos animais e é transmissível para o homem. Nos bovinos, a doença causa lesões em diversos órgãos e tecidos, como pulmões, fígado, baço e até nas carcaças, além de poder causar lesões no úbere das vacas.

No homem, a maioria dos casos ocorrem pela ingestão ou manipulação de leite contaminado, desenvolvendo assim, a tuberculose pulmonar. De acordo com o agrônomo da prefeitura, Everton Kiodeli, até aqui foram feitos exames em 352 animais de 65 propriedades. Destes quatro exames deram resultado positivo para brucelose.

Kiodeli lembra ainda que encerra hoje (13) o prazo para os cadastros de exames, com subsídio do Poder Público Municipal.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.