Poço Termal de Piratuba passará por procedimento de perfilagem óptica

Piratuba – O poço termal de Piratuba, passará por um exame de perfilagem óptica, nos dias 01 e 02 de julho, procedimento que será realizado por uma empresa especializada no assunto, a Hidroimagem de Araraquara de São Paulo. Apenas o Complexo I, conhecido por seus chuveirinhos estará fechado, o Complexo II de piscinas, na parte superior do Parque Termal, piscinas semiolímpica e coberta ficarão abertas gratuitamente para os banhistas. A paralisação parcial teve as datas escolhidas em consenso entre a Associação de Hotéis, Secretaria de Turismo e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Piratuba.

“O procedimento, recomendado por especialistas, é similar a uma “endoscopia”, e avaliará a qualidade de vida do poço, se há alterações na estrutura que poderiam prejudicá-lo no futuro, além das imagens em tempo real, teremos um diagnóstico completo em vídeo, que será valiosíssimo para esta e para as futuras administrações”, explica o diretor da Companhia Hidromineral, Jair Gomes.

“Piratuba foi abençoada com esse recurso natural, e garantir a estabilidade e sustentabilidade do mesmo para as futuras gerações é prioridade desta administração, além disso, teremos um diagnóstico da necessidade ou não de alguma manutenção regular que melhore a saúde do poço, gerando economia de água e garantindo a vida útil daquele que é o maior bem da nossa cidade, que traz milhares de turistas para se banhar nas nossas águas abençoadas e de onde muitas famílias dependem para o seu sustento”, pontua o diretor.

Segundo o engenheiro de Minas da Companhia Hidromineral, Mauri Dreckmann, desde que assumiu a responsabilidade pelo poço em 2000, esta é primeira vez que este procedimento será realizado. A perfuração do poço aconteceu em 1964, quando na procura de petróleo, a Petrobras atingiu 2.271,30 metros de profundidade, encontrando um lençol de águas sulfurosas a 674 metros de profundidade, em torno do qual surgiu as Termas Piratuba.

Como é realizado o processo: a filmagem de um poço ou perfilagem óptica consiste em coletar imagens através de uma câmera de alta definição por dentro de um poço e toda sua estrutura. Dessa forma, o diagnóstico é preciso e facilita uma descrição minuciosa na detecção de problemas construtivos, indicando os respectivos procedimentos adotados com o objetivo de corrigi-los. Graças a tecnologia de ponta, a visualização do fundo do poço tubular se dá através de uma câmera localizada na extremidade de uma haste. Garantindo dessa forma, maior flexibilidade e fazendo com que seja possível gerar imagens de alta resolução e qualidade. Ao final, se obtém a identificação de problemas na estrutura do poço e qualidade da água.

A empresa responsável pelo procedimento, a Hidroimagem, sediada em Araraquara/SP, desde 1989, é uma das empresas mais experientes do mercado, trabalhando no ramo de perfilagem ótica e geofísica, realizando análises em diversos tipos de poços com a melhor tecnologia do mercado. (Paula Patussi/Ascom)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.