Polícia Civil prende manifestantes e mantém investigações para identificar mais pessoas

A Polícia Civil de Caçador prendeu em flagrante duas pessoas que participavam de manifestações em uma rodovia próxima ao município. Por volta das 15h, a Polícia Militar estava dando cumprimento ao mandado judicial que determinava a desobstrução da via, quando um homem de 42 anos, e sua filha, de 20 anos, começaram a incitar os caminhoneiros a não atender à determinação da Justiça.

Ao mesmo tempo, pai e filha começaram a gritar palavras de ordem contra a Polícia Militar. O delegado da Polícia Civil, Cleber Serrano, estava no local e determinou a prisão em flagrante de ambos que foram enquadrados em três crimes: desacato, desobediência e incitação à subversão de ordem política ou social.

A Polícia Civil começou uma minuciosa investigação para identificar outras pessoas envolvidas na manifestação, inclusive o telefone celular apreendido com o preso será periciado para identificar outras pessoas envolvidas no ato criminoso – com base nos registros de contatos, nas conversas em grupos de aplicativos.

De acordo com o delegado regional de Caçador, Fabiano Locatelli, as investigações estão avançadas e novas prisões preventivas podem ser decretadas nas próximas horas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.