Polícia Civil prende suspeito de assassinato de turista gaúcha no litoral catarinense

Balneário Camboriú – A Polícia Civil de Balneário Camboriú prendeu na tarde de terça-feira, 26 de novembro, J.D.B., de 28 anos, suspeito de ter matado a turista Josiane da Cunha Vilanova, de 24. Ele foi encontrado com a ajuda de denúncias anônimas feitas pelo WhatsApp e pelo Disque Denúncia depois que vídeos mostrando o momento do crime começaram a ser divulgados na imprensa e em mídias sociais.

O homem, que vivia em Balneário Camboriú há cinco anos, não ofereceu resistência à prisão. Além disso, confessou o crime e deu detalhes. Em seu quarto foram encontradas as roupas usadas por ele nos vídeos.

O crime ocorreu na madrugada do dia 9 de novembro em um terreno em ruínas localizado na esquina da Marginal Leste com a rua 3020. Segundo o delegado Ícaro Freitas Malveira, que comanda as investigações pela Divisão de Investigações Criminais (DIC), o suspeito não sabia que havia matado Josiane. A vítima era do Rio Grande do Sul e estava há uma semana na cidade.

— Ele achou que só tinha deixado ela desmaiada. Segundo o suspeito, tudo aconteceu porque ela teria furtado R$ 50 dele. Eles haviam passado a noite juntos, consumindo cocaína e álcool — relata o delegado.

Segundo Ícaro, ainda não há laudo conclusivo em relação a um possível estupro. As imagens mostram o homem puxando o pescoço de Josiane e a levando até um banheiro dentro do terreno. Trinta minutos depois, ele sai sozinho da construção.

O suspeito já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas, furto e receptação de mercadoria roubada. Ele foi interrogado e encaminhado ao Instituto Médico Legal para exame de corpo de delito e, em seguida, ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí. (Informações NSC)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.