Polícia Militar Ambiental aumenta repressão a crimes ao meio ambiente na região

Água Doce – A Polícia Militar Ambiental de Joaçaba intensificou a fiscalização em municípios da região de abrangência no tocante a pratica de crimes ambientais. No último sábado (28) durante realização de abordagens rotineiras no interior do município de Água Doce, flagrou um caminhão Mercedes Bens/L- 1113 transportando 17,95t de lenha de espécies nativas, com predominância da espécie bracatinga.

O produto florestal estava sendo transportado sem a documentação legal exigida para a comprovação de sua origem, ou seja, sem DOF – Documento de Origem Florestal. Diante disto, a guarnição lavrou auto de infração ambiental responsabilizando o motorista pelo cometimento da irregularidade ambiental, aplicando a penalidade de multa em mais de cinco mil reais. A lenha foi apreendida e será, em sequência, realizada a doação para órgãos ou entidades públicas ou para entidades com fins beneficentes.

Segundo a PMA, nesse mesmo dia foi possível verificar uma área de desmatamento realizada sem licença ambiental no interior do município de Joaçaba, na comunidade de Linha Bonitinha. A vistoria aconteceu a partir de um alerta emitido via internet a partir de imagens capturadas por sensoriamento remoto (aplicativo Global Forest Watch), o qual é capaz de identificar áreas desmatadas em toda extensão terrestre em curtos intervalos de tempo. O responsável pela ação foi notificado e irá responder pelo crime e infração ambiental, além da obrigação de recuperar a área danificada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.