Polícia prende suspeitos de crime bárbaro em Herval d’ Oeste; filha é suspeita de ser a mandante

Joaçaba – Policiais civis e militares realizaram no início da manhã nesta sexta-feira (06) operação para o cumprimento de quatro mandados de prisões temporárias determinadas pela Justiça da comarca de Herval d’ Oeste. Os presos são suspeitos de envolvimento em um crime bárbaro ocorrido na madrugada do último dia 31 na comunidade de Linha Santa Terezinha, interior de Herval d’ Oeste. Um casal de agricultores foi degolado pelos criminosos. A mulher, Lucila Bello, morreu no local. O marido dela, Otávio Bello, se recupera dos ferimentos.

A operação realizada nesta sexta foi coordenada pelo delegado regional André Cembranelli. Segundo ele, as investigações apontam a participação da filha adotiva do casal como suposta mandante do crime e três homens como supostos executores.

“Durante as buscas nas residências a arma subtraída no dia do crime foi encontrada e duas facas apreendidas”, comenta o delegado. Os presos foram encaminhados para o presídio regional de Joaçaba. A operação contou com policiais civis de toda 11ª Delegacia Regional de Joaçaba e teve apoio de policiais do 26° Batalhão da Polícia Militar de Herval d’ Oeste.

O crime

O casal teve a residência invadida na madrugada do sábado (31) em Linha Santa Terezinha, próximo ao campo do Gaúcho, interior de Herval d´Oeste. A Polícia Militar foi acionada por volta da 1h15min, e quando as guarnições chegaram ao local encontraram Otávio Bello deitado no chão, próximo à porta de entrada, com ferimento no peito e um corte profundo no pescoço. Em um dos quatros estava Lucila Bello, também com um corte no pescoço, porém sem os sinais vitais. Otávio conseguiu relatar que dois ou três elementos adentraram na casa ordenando que não olhassem para seus rostos.

Após praticarem o crime, eles fugiram levando uma espingarda. O agricultor foi socorrido pelos bombeiros e encaminhado ao Hospital Universitário Santa Terezinha (Hust) de Joaçaba. Os policiais constataram que a porta da residência possuía sinais de arrombamento, tendo poças de sangue, inclusive na janela, onde a vítima conseguiu pedir ajuda aos vizinhos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.