Polícia prende suspeitos de espancar médico em SC

Agressão ocorreu na madrugada da última quinta-feira | Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (17) dois suspeitos de tentar matar o médico Claudio Santos Pacheco. O crime aconteceu na manhã de 5 de janeiro, em Florianópolis, quando a vítima chegava para trabalhar. Um terceiro envolvido ainda está sendo procurado.

Segundo o delegado Ronaldo Moretto, da Central de Investigação Leste e Sul (CILS), até o momento o que se sabe é que uma briga de trânsito na Ponte Pedro Ivo Campos teria originado o fato.

Os homens suspeitos teriam então seguido o médico até o local do trabalho, na UPA Sul, onde consumaram o crime.

“Os autores espancaram o médico até deixá-lo no chão e arrastaram o seu corpo para trás de um tapume e desferiram um golpe com uma pedra na face. Eles achavam que a vítima estava morta”, disse Moretto.

As prisões foram realizadas no Bairro Aririú, em Palhoça, e no bairro Ingleses, no Norte da Ilha, em Florianópolis, após mais de 24 horas de trabalhos. As roupas utilizadas pelos autores também foram identificadas e apreendidas.

Após as prisões e interrogatórios, os envolvidos serão encaminhados ao sistema prisional. O médico segue inconsciente e internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de uma instituição hospitalar da capital. (Informações OCP)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.