Prefeita de Arvoredo registra boletim de ocorrência contra vereador por agressão

Arvoredo – A prefeita de Arvoredo Janete Paravizi Bianchin teria sido vítima de agressão em seu gabinete nesta segunda – feira (25). Segundo informações da Polícia Militar de Seara, um vereador da oposição, Claudemir Solforoso ter solicitado uma reunião com a prefeita no período da manhã.

Ele teria chegado por volta das 9 horas, e teria dito que queria gravar a conversa, e Janete teria dito que não queria ser gravada. Eles teriam discutido, e o vereador teria agredido a prefeita com o celular acertando a boca dela e quebrado um dente. Quando a Polícia Militar chegou na prefeitura, o vereador não estava mais no local. Foi lavrado um boletim de ocorrência, e a prefeita representou contra ele. O vereador também teria procurado a delegacia e feito um boletim de ocorrência.

De acordo com informações apuradas pela rádio Belos Montes, a prefeita foi atendida e realizou o exame de corpo de delito. Polícia Civil dar encaminhamento ao caso. A prefeita se manifestou via nota de esclarecimento assinada pela assessoria de imprensa.

O que diz o vereador:
Em tribuna na tarde desta segunda-feira (25), na Câmara de Vereadores de Arvoredo, em um vídeo postado na página do vereador Claudemir Solforoso no Facebook, ele nega agressão e alega que foi agredido pela prefeita Janete Paravizi Bianchin.

Ele afirma que esteve no gabinete da prefeita para tratar de projetos, e quando pediu para gravar a conversa, a prefeita teria investido contra ele, em seguida se agredido e colocado a culpa nele. O vereador registrou um Boletim de Ocorrência contra ela.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA

Prefeita Municipal de Arvoredo, Janete Paravisi Bianchin, profundamente constrangida, abalada, por meio da presente nota, presta os seguintes esclarecimentos sobre o lamentável episódio ocorrido na data de ontem, 25/02/2019 às 09h10min, nas dependências da Prefeitura Municipal de Arvoredo. Esclarece que cumprindo seu dever institucional a pedido do Vereador Claudemir Solforoso, agendou atendimento para a data de ontem, 25/02/2019 às 9h00 da manhã, em seu gabinete na Prefeitura Municipal de Arvoredo. Em que pese o rigor no cumprimento do horário o vereador, ainda na recepção, reclamava, exaltava e alterado pronunciava palavras que causaram transtornos a recepcionista. Convidado a ingressar no gabinete, mantendo o comportamento já conhecido de produzir espetáculos midiáticos sobre sua atuação politica, passou a gravar a solenidade ao que recebeu da prefeita manifestação contrária a tal conduta.

Desrespeitando o pleito, manteve o comportamento e passou a aproximar o aparelho celular da face da prefeita enquanto esta reiterava o desejo de que tal conduta cessasse, compelindo-a a afastar o equipamento, momento em que recebeu um soco em sua boca que culminou com a quebra de um dente. Percebendo o desiquilíbrio do vereador e sua investida para continuar as agressões conseguiu se libertar do agressor saindo de sua sala contando com auxílio de demais servidores que se encontravam no local. Por conta disso, a PM foi acionada e quando da chegada da guarnição o agressor já não mais se encontrava no local, feito registro dos fatos, posterior B.O. competindo aos órgãos competentes a investigação e demais providências legais. Diante da lesão, dos graves abalos morais e psicológicos a Prefeita foi atendida por profissional médico que a afastou de suas atividades, submetida a tratamento medicamentoso, encontra-se em repouso com familiares, impedida de exercer suas atividades por recomendação médica.

A prefeita apresenta graves transtornos psicológicos decorrentes das agressões que sofreu com sucessivas crises de choro, sentindo-se violentada tanto na condição de chefe do poder executivo, como mulher e cidadã. Importante acrescentar que citado vereador, em seu passado, já adentrou nas dependências da prefeitura onde após reprisar condutas agressivas arrancou do mural público atos do poder executivo, destruindo-os e inutilizando-os o que compeliu as providências legais pelo então chefe do poder.

Reitera o compromisso já conhecido com a verdade, com os deveres inerentes ao cargo público que ocupa, expressa sua profunda angústia com condutas desta natureza tão comuns em nosso país, seja de intolerância política de sexualidade, religiosa e outras. Esclarece que se mantêm firme no propósito de cumprir seu papel institucional na defesa dos interesses públicos, pautados no respeito, ética, valores e, especialmente, demonstrando com o seu exemplo que, de fato, é possuidora de tais atributos.

Declara que confia nas instituições e que compete aos órgãos competentes a investigação e punição daqueles que não cumprem com seus deveres. Por fim deixa expressa da necessária revisão de valores sociais que tem colocado nosso país na liderança dos crimes contra as mulheres e que, no caso em apreço, certamente,fora fator determinante da conduta praticada.

Conclui dizendo que restabelecida sua saúde pessoalmente dará todas as explicações necessárias sobre o lamentável episódio que espera nunca mais se repita em relação a nenhum ser humano, especialmente a tantas mulheres que são vítimas diariamente.

Assessoria de comunicação de Arvoredo
Vladinei Milkievicz

Com informações do Diário do Iguaçu

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.