Prefeito de Chapecó tem as contas bloqueadas pela Justiça

O prefeito de Chapecó, Luciano José Buligon (PSB), teve as contas bloqueadas pela Justiça na semana passada. A decisão ocorre em função de um processo sobre a compra de três estátuas, instaladas na cidade em função do aniversário de 100 anos de emancipação política, celebrado em agosto.

Segundo a Justiça, houve irregularidades na aquisição das três estátuas de bronze, que custaram R$ 330 mil. Conforme a decisão, a contratação de um artista para a confecção dos monumentos ocorreu de maneira rápida, com dispensa de licitação, o que impediu a devida concorrência. Segundo a NSC TV, outras três pessoas, além do prefeito, também tiveram as contas bloqueadas. O valor total indisponível chega a R$ 990 mil.

A prefeitura de Chapecó divulgou uma nota, em que afirma não ter ocorrido quaisquer irregularidades no processo de aquisição das estátuas. A administração conta ainda que não foi oficialmente notificada da decisão. A ação civil pública, que gerou a decisão liminar, teve origem no Ministério Público estadual.

“A administração municipal informa que está tomando conhecimento da ação pública e que o prefeito ainda não foi citado. Assim que isso ocorrer, apresentará sua defesa na Justiça. A administração municipal reforça, contudo, que os procedimentos adotados seguiram todos os trâmites legais, não havendo quaisquer irregularidades”, afirma a nota oficial.  (DC)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.