Prefeitos irão a Florianópolis discutir com governador situação dos bombeiros em Piratuba

Piratuba – Os prefeitos de Piratuba, Olmir Benjamini (PSSD) e de Ipira, Emerson Reichert (PT) estarão na capital do Estado na próxima segunda-feira, dia 20, em reunião com o governador Raimundo Colombo. O encontro está marcado para as 15h. A pauta é o Corpo de Bombeiros de Piratuba e a possibilidade de fechamento.

Recentemente o Comando dos Bombeiros anunciou o possível fechamento de Quartéis por falta de efetivo. O de Piratuba, que atende o município e também as cidades de Ipira, Peritiba e Alto Bela Vista, está na lista. Caso mais bombeiros não sejam integrados à corporação, a guarnição pode ser remanejada para Capinzal.

Depois da notícia, os prefeitos dos quatro municípios já se reuniram na busca de alternativas para evitar o fechamento. Em Piratuba a Prefeitura também realizou uma reunião com as entidades e solicitou apoio. Um documento foi elaborado com o pedido dos municípios e das entidades, para que o Estado auxilie na situação e evite que os bombeiros de Piratuba encerrem as atividades. “Depois que recebemos esta notícia, nos mobilizamos e estamos tratando da situação com prioridade. Estaremos com o governador e com o secretário da Casa Civil na segunda-feira, para buscar a solução e evitar que o Quartel de Piratuba seja fechado”, relata Benjamini.

Reichert também destaca a importância da mobilização. “Temos que trabalhar juntos nesta causa e vamos até Florianópolis buscar uma alternativa. Nós sabemos da importância dos bombeiros para nossa região, sabemos do trabalho prestado por eles. O Quartel tem uma ótima estrutura, mas agora o que falta é ampliar o número do efetivo e precisamos do apoio do governo e dos nossos representantes”, ressalta o prefeito de Ipira.

Além dos dois prefeitos, o secretário de Administração de Piratuba, Giovani Meneghel e o deputado Estadual, Neodi Saretta, devem acompanhar a reunião.

(Cristiano Mortari/Aliança)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.