Presos em Maximiliano de Almeida outros três suspeitos de assaltos a bancos em Paim Filho

Maximiliano de Almeida – O Batalhão de Operações Especiais (BOE) e o grupo de Patrulhas Especiais (Patres) a Brigada Militar (BM)  prenderam outros três suspeitos de envolvimento no ataque a duas agências bancárias de Paim Filho, no Norte gaúcho. A prisão ocorreu no início da tarde deste sábado (29) em Maximiliano de Almeida, município que faz divisa com Piratuba/SC.

Conforme as informações da BM, o trio foi abordado após informações repassadas por um morador. Ele disse que os suspeitos estariam próximo ao cemitério municipal, na rua das Chácaras, bairro Aparecida. As guarnições localizaram D.H.C., M.R.S., e G.M.G. Com D.H.C a BM apreendeu um revólver calibre 38 que teria sido roubado do vigia do banco Banrisul durante o assalto ocorrido na manhã desta sexta-feira (28). A arma tinha quatro munições intactas e duas deflagradas.

Com M.R.S foi encontrada uma sacola contendo diversos miguelitos (pregos retorcidos). Já G.M.G teria dado cobertura aos outros dois e seria recompensado com R$ 500. Ele não teria participação direta nos roubos.

Um dos suspeitos disse, informalmente, que teria levado os demais autores até a região de mata e queimou o veículo usado na fuga, um Fiat Siena. O outro teria espalhado miguelitos nas vias de acesso aos bancos e o terceiro fornecido a casa para escondê-los.

Também foi apreendido um celular com fotos das armas usadas nos roubos e conversas sobre a ação criminosa. Os três receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia de polícia de pronto atendimento (DPPA) de Erechim onde foi lavrado o flagrante.

Nos assaltos os criminosos fizeram cordões humanos em frente ao Banrisul e o Sicredi. Foram efetuados diversos disparos de arma de fogo pelos bandidos, mas ninguém ficou ferido. Posteriormente um veículo foi encontrado em chamas numa estrada vicinal. Dois suspeitos já haviam sido presos pela Brigada Militar horas depois do crime.

A Brigada Militar continua empenhada nas buscas aos demais assaltantes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.