PV pune seu único deputado em Santa Catarina

Mais um capítulo na queda de braço travada entre o deputado estadual Ivan Naatz (PV) e seu partido foi registrada. O parlamentar entrou na Justiça com uma ação declaratória de nulidade e pedido de indenização por danos morais. Em 21 de agosto, Naatz teve suspenso os direitos partidários por um ano, após a realização de reunião do Diretório Estadual da agremiação.

O deputado é acusado de desobediência reiterada às deliberações internas do PV, motivo que resultou na suspensão. Um ofício foi enviado à Assembleia Legislativa (Alesc) informando o caso. A punição impede que Naatz realize qualquer ato de representação partidária como, por exemplo, participar das comissões permanentes. Ele é o único deputado do PV no Estado.

Naatz acusa o presidente do partido, Guaraci Fagundes, de ter praticado crimes contra sua honra. O argumento é o envio de um ofício a todos os deputados declarando a sua suspensão. O deputado quer a condenação da direção do PV e indenização de R$ 50 mil. O parlamentar também busca se desfiliar da sigla sem risco de perder o cargo por infidelidade partidária.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.