R$ 101 milhões do Ministério do Esporte foram distribuídos no dia 20 de dezembro para secretaria do DF

O Governo Bolsonaro está avaliando as últimas decisões e nomeações do Governo Temer. Entre elas, uma movimentação suspeita chamou a atenção do recém eleito Deputado Federal Luiz Lima, ex-Secretário Nacional de Alto Rendimento, e que apresentou uma denúncia já encaminhada para uma análise do novo Secretário Nacional de Esportes.

Estamos falando de 101 milhões de reais, mais precisamente, 101 milhões, 254 mil, 339 reais e 23 centavos, todos distribuídos no dia 20 de dezembro, em oito projetos e todos estes projetos e toda esta quantia para apenas uma Secretaria Estadual de Esportes, a do Distrito Federal.

Para quem não tem noção de contas públicas, todo o orçamento anual do esporte no Estado do Rio de Janeiro é de 81 milhões de reais. Fora o fato do Distrito Federal receber 101 milhões, a maior suspeição fica por conta de que o Ministro do Esporte, Leandro Cruz, que assinou este repasse assume este mês a Secretaria de Estado Esporte Turismo e Lazer do Distrito Federal.

Mais ou menos, “eu mesmo assino, e eu mesmo recebo”!

Em novembro, o próprio Leandro Cruz já havia assinado outros projetos destinados a Secretaria de Esportes do Distrito Federal em projetos que previam investimento de 10 milhões de reais do Ministério do Esporte (link). Dias depois do anúncio, Leandro Cruz foi anunciado pelo Governador eleito Ibaneis Rocha, como novo Secretário de Esportes do DF.

Quando se fala que não haverá verba suficiente para pagar o Programa Bolsa Atleta em 2019, este valor destinado a Secretaria de Esportes do Distrito Federal, dava paga pagar todas as nove parcelas, que estão em aberto e ainda sob ameaça de não serem pagas, e ainda sobrariam 30 milhões de reais.

Já disse isso outras vezes e repito: no Brasil, não falta dinheiro, falta é gestão adequada com o dinheiro público. (Alex Pussieldi/SporTv)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.