Santa Catarina contratou  16.643 jovens aprendizes no primeiro semestre do ano

O Estado foi um dos que mais contratou e aparece na quinta posição, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. No total, no Brasil foram 227,6 mil jovens admitidos. Os dados fazem parte do balanço do Ministério do Trabalho.

Segundo a coordenadora-geral de Estágio e Aprendizagem do Ministério do Trabalho, Tatiane Padilha, o resultado mostra que o país tem apresentado aumento nas contratações de aprendizes desde a sua criação, mas os números poderiam ser melhores. Ainda é um desafio convencer os empregadores de que contratar aprendiz pode ser vantajoso para as empresas.

— A Aprendizagem Profissional permite aos jovens encontrarem uma primeira oportunidade de trabalho que respeite sua condição de pessoa em desenvolvimento e garanta seus direitos trabalhistas e previdenciários, sem deixar de lhes estimular a continuar os estudos. Ao mesmo tempo, permite às empresas formarem mão de obra qualificada, algo cada vez mais necessário em um cenário econômico em permanente evolução —destaca Tatiane Padilha.

De acordo com a legislação, todas as empresas de médio e grande portes devem manter em seus quadros de funcionários adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos na modalidade de aprendiz. Para os aprendizes com deficiência não há limite máximo de idade. As cotas variam de 5% a 15% por estabelecimento, excluídas as funções que não entram para o cálculo da cota de aprendizagem. O Brasil já contabiliza 3.460.904 aprendizes contratados desde 2005, quando a lei foi regulamentada pelo Decreto 5598.

Em Santa Catarina, considerado o percentual mínimo de cota das empresas, o potencial de contratação seria 51 mil. Ou seja, neste primeiro semestre foram admitidos 32,5% do potencial que SC apresenta.

Entenda como funciona o Jovem Aprendiz

A Lei do Aprendiz é do ano de 2000, mas começou a ser implantada apenas cinco anos depois. O programa contrata jovens de 14 a 24 anos como aprendiz, com carteira assinada e benefícios. O diferencial é que eles fazem cursos de qualificação profissional, pelo menos uma vez por semana, durante o período de contrato.

O Jovem Aprendiz é regido pela CLT, com carteira assinada e alguns benefícios como vale-transporte e auxílio alimentação, férias, 13º salário, entre outros.

Onde procurar vagas

O jovem que tem interesse em ser jovem aprendiz pode procurar o CIEE mais próximo (são 21 unidades em SC) ou pelo site com as vagas disponíveis aqui. Também pode procurar uma unidade Senai, no site ou pelo 0800 48 1212. (Diário Catarinense)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.