Santa Catarina fecha 4,4 mil vagas de emprego em maio, aponta Caged

Desde janeiro com saldos positivos, Santa Catarina teve um resultado negativo em maio com o fechamento de 4.484 postos de trabalho, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira à tarde. No total, foram 75,6 mil admissões contra 80,1 mil desligamentos no período.

Apesar do saldo negativo no último mês, a geração de empregos em Santa Catarina no acumulado do ano ainda é positiva com 37,5 mil postos de trabalho. Para se ter ideia, só em janeiro e fevereiro o Estado havia gerado 33,6 mil empregos. O saldo positivo também é percebido no acumulado dos últimos 12 meses: 42.369 empregos.

Em maio, cinco dos oito setores de atividade econômica fecharam negativos, puxando o desempenho catarinense para baixo. Entre os setores com maior número de demissões está o da indústria da transformação, com 1,8 mil desligamentos. Em seguida, os segmentos com pior desempenho foram a agropecuária (-1.555) e o comércio (1.291). Administração pública (214), serviços (160) e extrativa mineral (58) foram os únicos segmentos com resultados positivos no período.

Ainda conforme o levantamento do Ministério do Trabalho, a cidade com melhor desempenho ao longo de maio deste ano foi São José, na Grande Florianópolis, com 374 postos de emprego criados. Já entre os piores resultados estão Balneário Camboriú (-534), Tubarão (-419) e Itajaí (-294). (Diário Catarinense)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.