SC registra média de 9,6 mil aberturas de empresas por mês em 2018

Estado – Se manter o mesmo ritmo dos seis primeiros meses do ano no segundo semestre, Santa Catarina passaria de 100 mil novos negócios criados em 2018. De janeiro a junho, foram 57.789. Este número já é maior do que o verificado ao longo de todos os anos de 2012 (40.882), 2013 (45.903) e 2014 (48.954).

A média é de 9.631 por mês – em 2017, foi de 7.807 para todo o ano. Nesta conta entram novas empresas e também a formalização de microempreendedores individuais, categoria que ajuda a engordar as estatísticas. Os dados são da Junta Comercial do Estado (Jucesc).

O crescimento, que acelerou ainda mais a partir de 2015, se explica em parte pela recessão da economia, embora diversos indicadores de Santa Catarina, como a taxa de desemprego, estejam bem melhores do que a média nacional.

Abrir o próprio negócio costuma ser uma das alternativas em cenários de crise por dois motivos: a frustração de ter sido demitido e não querer passar por essa experiência novamente e a dificuldade de conseguir recolocação no mercado. Isso sem contar a vocação empreendedora natural do Estado.

Os dados consolidados até junho podem impressionar pelo volume, mas a contabilidade de negócios que fecharam as portas é muito maior: foram 143.571. O dado é atípico, explica a Jucesc, porque a Receita Federal fez neste ano uma operação de verificação para extinguir microempreendedores inativos, mas que ainda constavam no sistema da Junta Comercial. Ao longo de todo 2017, por exemplo, foram 89.298 negócios encerrados.

Tabela
Tabela mostra evolução da abertura de empresas

(Foto: Reprodução) (Fonte – Diário Catarinense) 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.