Schneider assume prefeitura em Luzerna e prega economia para manter os serviços à população

O vice-prefeito e secretário de Governo e Gestão, Juliano Schneider, assumiu nesta segunda-feira (16) o cargo de prefeito em exercício de Luzerna. Schneider fica à frente do Executivo pelo período de dez dias em virtude das férias do prefeito Moisés Diersmann.

Conforme o prefeito em exercício, a transição, mais uma vez, ocorre de forma tranquila. “É um direito que o prefeito tem de se ausentar nas férias, então ele tirou dez dias agora, e como a gente já está a par da pasta também pelo cargo de vice-prefeito, e dando continuidade aos serviços, prestando todo o apoio que a nossa população precisa e merece”, reitera.

Segundo o prefeito em exercício, devido à experiência adquirida na Secretaria de Governo e Gestão do município, fica mais fácil para dar sequência com o mesmo olhar e carinho que o próprio prefeito Moisés Diersmann tem pela população.

“A gente não tem nada de extraordinário, é só mesmo manutenção de toda nossa máquina pública e também dar continuidade ao trabalho do dia a dia do nosso prefeito”, reforça. Schneider também comenta sobre uma importante reunião realizada na semana passada onde foi feita uma avaliação do primeiro semestre deste ano e uma projeção deste segundo semestre já iniciado.

“A gente tem por hábito uma vez por mês sentar com os secretários, membros dos departamentos Jurídico e de Planejamento e fazer uma reunião geral em todos os setores da prefeitura, e como a minha pasta é ligada a todas as demais secretarias, então junto à nossa contabilidade, à Secretaria de Administração e Finanças, então, é mais um comparativo, a gente adotou fazer comparativos período a período. Então, como foi a reunião de avaliação da semana passada, abrangendo de janeiro a junho deste ano, o comparativo com o mesmo período do ano passado”, informa.

No encontro foram apresentadas as planilhas com os gastos em cada pasta, e o encontro serviu para alertar aos secretários e diretores sobre as despesas públicas. “E isso vem a alertar aos secretários e diretores sobre os gastos que estão tendo, uma vez que a gente enfrentou nesses dias uma paralisação em todo o país, a gente sabe que oscilou muito a economia e as consequentes arrecadações aos cofres públicos, vínhamos com a receita numa crescente na casa dos 8%, mas esse mês só o nosso ICMS já deu uma queda de quase 12% do que vinha prevendo”, explica.

O prefeito em exercício pontua que somente em ICMS a baixa somente em um mês foi de aproximadamente R$ 60 mil em relação ao previsto. “Então isso nos preocupa e a gente está fazendo esse comparativo, ver o que já foi gasto, o que pode ser economizado, alguma forma de fazer essa economia sem prejudicar o andamento das ações, do atendimento, então a gente não quer deixar de fazer o serviço, mas quer ver essa economia”, completa.

Por fim, Schnerider aponta a importância dos comparativos de períodos para basear as ações e principalmente, ajustar os valores entre arrecadação e despesa. “Você tem um período de um ano atrás que já te dá uma base boa, que você conseguiu vencer o ano, e agora tu olhas aqui e faz um comparativo para ver se o teu gasto está dentro daquela média. É como eu sempre digo, tem que levar com a rédea bem curta para a gente conseguir vencer o ano sem prejudicar o andamento das ações da prefeitura. A gente debate tudo isso nessas reuniões, a ideia minha e do prefeito foi reunir não só os secretários, mas abrir ela para tesoureiro, contador, jurídico, fazerem parte para a gente ver quais os ajustes necessários. Isso é repassado aos demais servidores esses nossos anseios. Acho interessantes essas reuniões e a gente vai continuar fazendo esse comparativo com o ano anterior”, finaliza.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.