Secretário explica situação do muro de contenção da rua Ernesto Hachmann em Capinzal

No dia 12 de março foi assinada a ordem de serviço para a construção do muro de contenção na rua Ernesto Hachmann, entre a padaria Zeni e o posto de combustível. O acordo era de que, como os responsáveis não teriam condições para fazer o muro, a administração iria realizar a obra, para depois buscar um entendimento com os proprietários.

De acordo com o secretário de administração e finanças, Ivair Rodrigues, na última semana a família Dambrós procurou a administração com o pedido de construção do muro, no qual a família quer executar a obra. “O município teria obrigação de construir o muro e depois fazer a cobrança por parte da empresa. Haja visto que eles entraram com o pedido, conseguiram autorização junto ao órgão competente ambiental e acordaram isso com o ministério público, não tem a necessidade do município executar esse muro”, explica Rodrigues.

Segundo o secretário, o município já entrou em contato com a empresa vencedora da licitação, Vitale Riqueti Construções e Empreendimentos, e solicitou a suspensão da obra. “A empresa pode rescindir esse contrato e o município não tem porque executar o despende de mais de R$ 120 mil. Então é uma questão de acordo entre os proprietários do imóvel e o município”, conta Ivair Rodrigues.

Nos próximos dias, a Prefeitura vai contratar a execução de uma passarela, que será móvel e vai substituir a calçada, para que seja retirado o tapume e restabelecida a acessibilidade e segurança para os pedestres.

(Publicado por: Bianca Demori)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.