Secretários garantem melhoria dos serviços em segundo dia de audiência sobre a Reforma Administrativa

O segundo dia de audiências públicas para debater a proposta de Reforma Administrativa do Governo do Estado teve como foco as áreas de Segurança Pública, Infraestrutura, Saúde, Administração Prisional e Agricultura e Pesca. Com menos público que o dia anterior, o encontro ocorreu no Auditório Deputada Antonieta de Barros da Assembleia Legislativa (Alesc) e durou aproximadamente duas horas.

Para o secretário da Casa Civil, Douglas Borba, que representou o governador Carlos Moisés, a avaliação do governo foi positiva, com todos os questionamentos sanados e os representantes da administração estadual à disposição da população e dos deputados estaduais. Segundo ele, a menor presença de público e o baixo número de questionamentos podem ser interpretados como um aval dos cidadãos à proposta.

“Acreditamos que aqueles que aqui estiveram ainda com algumas dúvidas, principalmente servidores de órgãos onde estão sendo promovidas alterações, saíram satisfeitos com o encaminhamento dado pelo Governo do Estado”, afirmou Borba.

A principal dúvida do dia foi sobre as implicações da extinção do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) e do Departamento de Transportes e Terminais (Deter). Em relação a isso, o secretário Douglas reforçou que não haverá prejuízo aos serviços prestados pelos órgãos, que serão repassados na integralidade à Secretaria de Estado da Infraestrutura. Além disso, o Governo se comprometeu a enviar à Alesc o organograma futuro de todas as secretarias para sanar as dúvidas que permanecem.

Sobre a saúde, o secretário adjunto André Motta Ribeiro destacou a necessidade de interiorização da gestão, com foco na melhoria dos serviços. Para isso, será adotado um caminho de respeito e valorização aos servidores. Por sua vez, o secretário Douglas Borba destacou que acabar com estruturas sobrepostas fará com que sobre mais dinheiro para os atendimentos.

Nesta quinta-feira, 25, ocorre a terceira e última audiência pública sobre a Reforma Administrativa, também na Alesc. Serão debatidas questões referentes às secretarias de Administração, Fazenda, Defesa Civil, Integridade e Governança, Iprev, Controladoria Geral do Estado e órgãos a serem extintos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.