Subcomandante-geral da PMSC preside coletiva de imprensa em Navegantes

Navegantes – Na tarde desta terça-feira, 19, no 25º Batalhão de Polícia de Militar, em Navegantes, o subcomandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), coronel Cláudio Roberto Koglin, presidiu uma coletiva de imprensa sobre as ações da PMSC durante a ocorrência de assalto ao carro-forte realizado na quinta-feira da semana passada, 14, no Aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, e seus desdobramentos nos últimos dias.

Estiveram presentes no ato, o comandante da 3ª Região de Polícia Militar, coronel Moisés Eduardo Garcia Junqueira, o comandante da 7ª RPM, coronel Moacir Gomes Ribeiro e o Gerente Mesorregional de Perícias do Instituto Geral de Perícias (IGP), Ralf Klotz. Oficiais representantes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), capitão Cristofer Tiemann, e Grupamento de Polícia de Choque (GPChoque), capitão Riskala Matrak Filho, também fizeram parte da reunião.

Na oportunidade, o subcomandante-geral destacou as apreensões e ações estratégicas realizadas pela PMSC. O representante do Bope, capitão Cristofer Tiemann, explicou que todos os explosivos encontrados durante a operação, foram detonados, resguardando assim, a integridade física não só dos policiais empenhados em operação, como também de civis.

Destaque para as prisões na madrugada desta terça-feira, 19, onde três homens envolvidos no assalto foram capturados. Na ação policial, que iniciou durante a madrugada, um dos envolvidos foi detido pela PMSC em Navegantes, próximo a Igreja de São Domingos, e os outros dois foram presos em Gaspar.

Concluindo a coletiva, o coronel Koglin informou que os envolvidos e todo o material apreendido foram conduzidos à Polícia Civil, para que as medidas legais fossem tomadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.