Suspeito de matar mulher a facão será indiciado por feminicídio e tentativa de homicídio

Karine Cavalli tinha 29 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

Irani – O suspeito de matar a ex-companheira a golpes de facão na noite do último domingo, dia 17, em Irani, será indiciado pelos crimes de feminicídio e tentativa de homicídio, informou o delegado Rogério Taques, responsável pela investigação do caso.

Ele ainda aguarda laudos do Instituto Geral de Perícia (IGP) para concluir o inquérito. Os documentos são considerados fundamentais para a sequência das investigações. As informações foram divulgadas pela Rádio Rural.

Segundo o delegado, além de matar Karine Cavalli, de 29 anos, o autor atingiu com um golpe de facão o namorado da enteada, que tentou impedir o crime. Para a Polícia Civil, a autoria já está clara.

O acusado ainda não foi encontrado pelas autoridades. A expectativa da Polícia Civil é que ele se apresente a qualquer momento na delegacia de Irani.

O homem atingiu a vítima com mais de dez golpes de facão, conforme o laudo do Instituto Médico Legal (IML). Ainda de acordo com as investigações, ele não aceitava o fim do relacionamento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.