Taxista é assaltado pela segunda vez em quatro meses em Capinzal; vítima foi amarrada no mato

Capinzal – Um taxista foi assaltado pela segunda vez em quatro meses no município de Capinzal. A ocorrência foi na tarde desta quarta-feira (14). Segundo as informações da Polícia Militar, Balbino Lourenço Marques foi rendido próximo à comunidade de Barro Preto, interior de Capinzal.

O fato ocorreu por volta das 14h. Conforme as informações, a vítima foi amarrada e deixada em meio a um reflorestamento. O taxista só conseguiu se soltar e pedir ajuda por volta das 17h. Ele foi socorrido por moradores que acionaram a Polícia Militar.

Marques trabalha no ponto ao lado do terminal rodoviário. Ele foi solicitado pelo telefone para fazer uma “corrida” partindo do Loteamento Lar Imóveis até a comunidade de Barro Preto. Os dois assaltantes entraram no veículo utilizando bonés. Um deles, relatou a vítima, utilizava uma bermuda na cor xadrez.

No caminho, já próximo ao destino, um dos suspeitos pediu para o taxista parar. Ele disse que precisava urinar. Nesse momento o comparsa anunciou o assalto. O assaltante estava armado com uma faca. Marques foi amarrado e deixa cerca de dez metros dentro da plantação de pinus.

Os ladrões levaram o táxi modelo Renault Sandero placas QHI-1601 de Capinzal, bem como a carteira com documentos, R$ 170 e um celular. A vítima utiliza uma bengala para se locomover.  Policiais militares de Capinzal e Piratuba fizeram buscas, mas os suspeitos não foram localizados até o momento. (Foto: Douglas Varela/Rádio Capinzal)

Segunda vez

A primeira vez em que o taxista foi assaltado foi no dia 11 de novembro do ano passado, por volta das 15h15min na rua Ernesto Hachmann. Balbino Lourenço Marques foi fazer uma corrida para três homens da rodoviária municipal onde fica o ponto de táxi ao Loteamento Esperança. Na entrada do loteamento um dos homens tomou a chave de seu veículo utilizando de força física e mandaram que o taxista entregasse todo o dinheiro e sair do veículo, posteriormente fugiram com o veículo sentido centro de Capinzal. Enquanto fazia os levantamentos a PM de Capinzal foi informada, minutos depois, pela Polícia Militar de Herval d’ Oeste que o veículo havia se envolvido em uma colisão e foi abandonado, sendo os supostos autores detidos. Foram presos, à época, Giovani Vieira Lopes e Josinei César.

1 Comentário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.