TER-SC cria comitê para estudar medidas de prevenção as “fake news” durante as eleições

Demonstração do uso da urna eletrônica para as eleições de 2006.

Com a intenção de estudar medidas necessárias à prevenção de divulgação de notícias falsas, as “fake news”, durante as eleições deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) instituiu um Comitê Consultivo da Internet. A iniciativa contará com representantes da Superintendência da Polícia Federal e da Agência Brasileira de Inteligência no estado, da Polícia Civil e da Procuradoria Regional Eleitoral.

A intenção do comitê, instalado em sessão administrativa do TRE-SC dessa quarta-feira (2), é também é fazer uma apuração preliminar, dentro da própria Justiça Eleitoral catarinense. A coordenação dos trabalhos ficará a cargo de um juiz auxiliar membro da Corte, com apoio dos titulares das Secretarias de Tecnologia da Informação e Judiciária.

Para o TRE-SC, medidas de combate às notícias falsas são necessárias para garantir a lisura e o equilíbrio das eleições de outubro, já que a legislação teve mudanças em relação à propaganda eleitoral na internet. Essa ferramenta tem sido usada cada vez mais para o debate político e as propagandas eleitorais, positivas e negativas, por isso a importância de unir forças contra a repercussão de notícias falsas que possam influenciar a população sobre assuntos de grande relevância, disse o Tribunal Regional Eleitoral. (G1)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.