Jovem morreu por asfixia em granja no interior de Capinzal, aponta IGP

Capinzal – Foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Joaçaba por volta das 16h45 desta quinta-feira (03) o corpo do jovem Gilberto Zago, 25 anos. Ele foi encontrado morto na manhã de hoje em uma granja na comunidade de Alto Alegre, interior de Capinzal.

Conforme o Instituto Geral de Perícias (IGP), a necropsia apontou que a morte foi causada por asfixia. Zago, conhecido como “Magrão”, estava com parte da cabeça dentro de uma fornalha. Ele inalou o gás da fornalha, desmaiou e continuou a inalar, vindo a morrer. O IGP também constatou que a morte ocorreu por volta das 4h.

O funcionário foi contratado para trabalhar por um mês e estava há dois operando a fornalha. Com o laudo fica constatada falha humana na operação do equipamento. De acordo com o proprietário da granja, toda a assistência está sendo dada para a família.

O corpo de Gilberto Zago será velado na comunidade de Vidal Ramos, interior de Capinzal, e será sepultado em Peritiba, município de onde era natural.

Entrevista: Colega de trabalho fala sobre morte de funcionário em granja de Capinzal 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.