Três federais de SC participam de reunião com Bolsonaro e irão para novo partido

Os deputados federais Caroline De Toni, Daniel Freitas e Coronel Armando participaram, na tarde desta terça-feira (12), da reunião em que o Presidente Jair Bolsonaro anunciou sua desfiliação do PSL e a criação de um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil, que será tratado como “Aliança”.

Segundo o Deputado, a tendência é que, nacionalmente, 30 deputados sigam o Presidente no novo partido, assim que a janela permitir a troca sem a perda de mandato. Em Santa Catarina, Daniel Freitas, Caroline De Toni e Coronel Armando devem migrar.

“A Aliança é um símbolo de união entre pessoas que se querem bem, reunindo os deputados que o presidente confia e que trabalham junto com ele. Santa Catarina, um estado conservador que apoiou maciçamente Bolsonaro, tem uma nova oportunidade. Cada Estado precisa de 0,01% do número de eleitores para a assinatura do novo partido. Acreditamos que estaremos formando em tempo recorde a Aliança”, enfatizou Daniel.

Ainda de acordo com Freitas, são necessárias 500 mil assinaturas para a formação do novo partido. “Agora vamos trabalhar com uma grande mobilização para que consigamos as assinaturas. Tenho certeza que Santa Catarina, sendo o Estado mais bolsonarista do Brasil, será o primeiro a reunir o número necessário”, acredita o deputado.

As assinaturas devem ser entregues ao TSE até março do ano que vem, para que o Aliança possa lançar candidatos nas eleições municipais. A convenção nacional de fundação do partido está marcada para o dia 21 de novembro, quinta-feira da próxima semana, em Brasília. No evento serão debatidos o estatuto e as diretrizes da legenda.

Ainda em Santa Catarina, estão decididos a ir para o novo partido do presidente os deputados estaduais Ana Caroline Campagnolo, Jessé Lopes, Felipe Estêvão, Sargento Lima, Coronel Mocelin e a vice-governadora Daniela Reinehr.

_Foto: Carolina Antunes/PR _

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.