TJ/SC mantém prisão cautelar de homem acusado de estuprar a própria filha

Capinzal – O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) negou habeas corpus em favor de um homem acusado pelo crime de estupro de vulnerável. O processo tramita na comarca de Capinzal e a defesa do réu ingressão com o pedido alegando que o processo havia sido suspenso por mais de 11 anos e que o réu sequer foi encontrado para ser interrogado na fase policial.

O homem foi preso em julho deste ano. Diante disso, a defesa requeria a revogação da prisão cautelar. No entanto, os desembargadores negaram o habeas corpus. Segundo o processo, o homem teria abusado da própria filha entre os anos de 2005 e 2006. O acusado teria sido pego em flagrante pela companheira. No entanto, ele nega a acusação.

Conforme a relatora, desembargadora Cinthia Beatriz da S. Bittencourt Schaefer, a soltura do réu implica em “risco à aplicação da lei penal e à instrução criminal demonstrado em fatos concretos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.