Trump diz que avalia facilitar vistos para brasileiros e que apoia entrada do Brasil na OCDE

WASHINGTON, DC - MARCH 19: U.S. President Donald Trump greets Brazilian President Jair Bolsonaro upon his arrival at the West Wing of the White House March 19, 2019 in Washington, DC. President Trump is hosting President Bolsonaro for a visit and bilateral talks at the White House today. (Photo by Mark Wilson/Getty Images)

Washington O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), está reunido com o norte-americano Donald Trump na Casa Branca, nesta terça-feira (19/3). Em uma breve entrevista coletiva antes do encontro, os dois trocaram gentilezas e camisas das respectivas seleções nacionais de futebol.

Após a publicação, nessa segunda-feira (18), de decreto que isenta norte-americanos de visto para visitarem o Brasil, sem a garantia de reciprocidade, Trump afirmou que trabalha no tema para “dar mais facilidade” para os brasileiros entrarem nos EUA.

Donald Trump não se alongou no tema. Entre outros assuntos, citou o acordo para utilização da Base Militar de Alcântara, no Maranhão. Os dois ainda não conversaram, mas o norte-americano afirmou que o relacionamento com o país nunca foi melhor. “Temos uma grande aliança com o Brasil, melhor do que jamais tivemos.”

Trump também não descartou uma ação militar na Venezuela, que enfrenta uma grave crise, e disse que “todas as opções estão na mesa”. No entanto, não discutiu o envolvimento brasileiro numa possível empreitada no país de Nicolás Maduro.

Mais cedo, o assessor de Segurança Nacional do governo norte-americano, John Bolton, se manifestou, por meio do perfil no Twitter. Ele disse estar “ansioso” para receber o presidente brasileiro e pontuou que o diálogo entre os países é uma “oportunidade histórica”.

“Estamos muito ansiosos pela visita de Bolsonaro, presidente do Brasil. Potencialmente, é uma oportunidade histórica para redirecionar as relações entre nossos países, as duas maiores democracias do Hemisfério Ocidental. Eu acho que isso terá um impacto profundo não apenas em nós mas também em todo o mundo”, disse o assessor de Trump.

Esta é a primeira vez que o chefe do Executivo visita oficialmente outro país desde que tomou posse. (Metrópoles)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.