Venezuela: Alunos desmaiam de fome em oração na escola

Alunos estão desmaiando de fome nas escolas da Venezuela Foto: EFE/Martín Alipaz

A crise que assola a Venezuela comandada por Nicolás Maduro ultrapassou o limite do desumano. Desta vez, tornou-se cena comum ver alunos desmaiarem de fome durante as aulas. Isto porque o país sofre uma crise de desabastecimento por causa das inúmeras sanções político-econômicas que vem enfrentando.

Os desmaios de estudantes esfaimados tornaram-se rotineiros na escola primária de Boca de Uchire. Recentemente, alunos lotaram o pátio da escola para rezar com um bispo. Após 15 minutos, cinco estudantes já haviam desmaiado. Dois deles precisaram ser socorridos por ambulância.

Muitos dos alunos costumam ir para as aulas sem terem tomado café da manhã e nem mesmo a janta da noite anterior. Outros procuram saber se haverá comida na escola para decidir se irão comparecer.

– Não é possível educar pessoas esqueléticas e famintas — disse Maira Marín, professora e líder sindical da cidade.

Ainda de acordo com ela, não só os estudantes estão se ausentando das escolas, como também os professores. A hiperinflação no país tornou os salários dos docentes praticamente sem valor, o que os obrigou a migrar para outras profissões.

Segundo o sindicato nacional dos professores, cerca de 550 mil docentes não retornaram às aulas no início do ano letivo, que começou em setembro. Os profissionais abriram mão de seus salários de quase R$ 34 para trabalharem em minas ilegais de ouro ou até mesmo deixando o país.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.