Vereador Bruno Michel afirma que quer sair do Solidariedade

Capinzal – Durante manifestação na tribuna da Câmara de Vereadores na sessão da noite desta terça-feira (04) o vereador Bruno Michel Favero manifestou sua vontade de deixar o partido Solidariedade. Conforme o vereador, entre os motivos, estão alguns encaminhamentos da legenda em nível nacional. Ele leu um discurso explanando o desejo se não mais fazer parte dos quadros do partido. Leia:

“Senhoras e senhores, utilizo-me desta oportunidade para então, respeitando a confiança que o povo capinzalense depositou em mim, para prestar esclarecimentos quanto ao meu futuro político.  Quando escolhi o partido Solidariedade, além da ideologia que o mesmo prega, estimei muito os companheiros que iriam fazer parte da minha caminhada política. Pessoas de extrema confiança, amigos que fiz nestes 4 anos, que levarei para a minha vida.

A nossa vida é de ciclos, nossa vida é de construção, e também de reconstrução, em que projetos do passado colocados em prática, precisam ser renovados, repensados.
E assim após vários momentos de reflexão, de diálogos, reuniões, após a eleição do ano passado, o nosso partido Solidariedade não atingiu a votação esperada, onde não conseguimos eleger deputados estaduais e federais.

E assim, pensando na população de Capinzal, buscando novos caminhos menos íngremes, com facilidade de chegar em portas com mais aberturas, neste sentido, com mais facilidade de buscar mais recursos financeiros federais e estaduais, protocolei hoje o meu pedido desfiliação no partido Solidariedade.

Ressalto que minha preocupação é pelo povo de Capinzal, minha escolha não é fácil, espero a compreensão do partido, mas sobretudo da população que tanto amo que é Capinzal”, finalizou.

A intenção já teria sido comunicada à presidência do partido e que deverá se manifestar em breve sobre a situação.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.