Vigilância tenta identificar a origem do cachorro que teve a raiva

A Vigilância Epidemiológica e os demais setores de saúde de Jaborá estão tomando as providências necessárias quanto ao caso de raiva canina confirmado no município, mas, além da prevenção através da vacinação que será feita na cidade, é fundamental identificar de onde veio o cachorro que estava contaminado, para que os órgãos de saúde pública possam agir de maneira mais efetiva.

“Como o cachorro foi encontrado na rua, não sabemos se tinha um dono e se perdeu ou se ainda foi abandonado. Precisamos de informações, caso alguém reconheça o animal ou ainda o tenha visto em outros pontos da cidade, pois é muito provável que ele tenha tido contato direto com outros animais e até mesmo pessoas, é muito importante ter controle disso”. Afirmou Luciane de Oliveira, veterinária do município.

Caso alguém saiba de algum possível dono do cachorro, ou ainda, o tenha visto na companhia de outros animais, informe em que locais isso ocorreu pelos telefones: 49 3526-2020 (Vigilância Epidemiológica) e 49 3526-2023 (Secretaria de Agricultura).

O caso de raiva canina  foi confirmado nesta última segunda-feira, 19 e divulgado nesta quarta-feira 21. É o primeiro caso da doença em Santa Catarina após 10 anos.

Abaixo segue a foto do animal que estava contaminado e que foi sacrificado.e735926a-3a92-4c1a-976f-8b01190482e1

(EderLuiz)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.