Home Notícias Geral Confira dicas práticas para evitar a desidratação e a insolação nos dias quentes durante o Carnaval

Confira dicas práticas para evitar a desidratação e a insolação nos dias quentes durante o Carnaval

0
Confira dicas práticas para evitar a desidratação e a insolação nos dias quentes durante o Carnaval
Ingestão de água é recomendada pela Defesa Civil de SC| Foto: Arquivo OCP News

A hidratação é necessária para garantir o bom funcionamento do organismo e evitar problemas causados pelo calor. A cardiologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Silvana Vertematti, explica que é muito importante evitar a exposição ao sol nos horários de pico (entre as 9 e as 16 horas), em especial no caso de crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas. “É importante sempre beber muita água ao longo do dia, independentemente da sede. Para se manter hidratado também vale beber líquidos diversos como sucos, chás, água de coco e isotônicos além de ingerir alimentos com muita água como melancia, chuchu, alface, rúcula, verduras, abacaxi e outras frutas suculentas”, afirma ela.

Silvana ainda lembra que é possível manter nariz e olhos hidratados com soro fisiológico, colírios e soluções nasais.

A hidratação também é muito importante para pessoas que estão expostas ao calor e ao sol e vão para ambientes com forte ar condicionado e grande contraste de temperatura. “É importante levar alguma blusa para proteção caso você fique em ambiente com forte ar condicionado, além de manter a boa hidratação, já que ela ajuda o organismo a lidar com o estresse térmico, não apenas em relação à mudança brusca de temperatura, mas também de umidade”, relata ela.

Já a insolação é a vasodilatação responsável pelo aumento do calor e pela dificuldade do corpo em resfriar sua temperatura. “O corpo passa a ter dificuldade em manter o suprimento de sangue em órgãos fundamentais, como o cérebro e isso pode levar a pessoa a ter confusão mental, tontura, desmaios e, no pior dos casos, até mesmo a morte”, explica. Nesses casos, é preciso colocar compressas frias, hidratar e colocar água na pessoa até que ela volte ao seu estado normal. Em casos mais complexos até mesmo a hidratação endovenosa pode ser necessária.

Para evitar a insolação, além da hidratação, também é preciso evitar a prática de exercícios físicos entre as 9 e as 16 horas, utilizar protetor solar e proteções como chapéus e bonés para as áreas expostas e cuidar da alimentação, evitando a ingestão de comidas muito pesadas para minimizar chances de complicações como vômitos e diarreias. “E caso seja necessário também vale procurar um médico ou especialista”, finaliza.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.