Home Notícias Política Pesquisa aponta Milei como presidente mais bem avaliado da América do Sul em junho

Pesquisa aponta Milei como presidente mais bem avaliado da América do Sul em junho

0
Pesquisa aponta Milei como presidente mais bem avaliado da América do Sul em junho

Javier Milei, presidente da Argentina, foi o presidente de estado sul-americano mais bem avaliado em junho, conforme o ranking da CB Consultora, uma firma especializada na análise do clima social e na previsão de cenários eleitorais.

A aprovação de Milei viu um aumento positivo de 54,8% em maio para 55,7% em junho, enquanto a desaprovação ficou em 41,9%, conforme indicado por uma pesquisa realizada de 11 a 15 de junho com 12.341 participantes (variando entre 1.032 e 1.469 indivíduos por país). A confiabilidade da pesquisa foi de 95% e a margem de erro variou de 2% a 3%, podendo ser maior ou menor.

O presidente do Equador, Daniel Noboa, ocupa o segundo lugar, tendo estado em primeiro no mês passado com uma margem positiva de 58,1%, que diminuiu para 54,3% em junho, enquanto a margem negativa aumentou para 42,2%.

O terceiro lugar agora é ocupado pelo presidente do Brasil, Luiz Inácio  da Silva, com uma imagem favorável de 51,3% – um aumento em relação aos 49,2% registrados na consulta de maio – e uma imagem negativa de 45,6%.

Luis Lacalle Pou, o presidente do Uruguai, obteve o quarto lugar com 50,8% de apoio e 46,1% de desaprovação. Ele foi seguido por Santiago Peña, o presidente do Paraguai, que teve 48,5% de aprovação e 48,3% de rejeição.

A aprovação do presidente da Bolívia, Luis Arce, estava em 43,8% em junho, enquanto a rejeição estava em 52,8%.

Os presidentes do Chile, Gabriel Boric, com uma avaliação negativa de 60,1% e positiva de 37,5%, e da Colômbia, Gustavo Petro, com uma avaliação negativa de 57,4% e positiva de 38,9%, são mencionados a seguir.

A taxa de aprovação do ditador venezuelano, Nicolás Maduro, diminuiu de 39,5% em maio para 39,3% em junho, enquanto sua imagem negativa se encontra em 58,4%. Esta situação ocorre em meio à campanha para as eleições presidenciais de 28 de julho, na qual Maduro, no poder desde 2013, busca a reeleição.

A presidente do Peru, Dina Boluarte, aparece em último, com uma imagem negativa de 68,5% e uma positiva de 26,7%.